quarta-feira, 9 de novembro de 2011

NOVIDADES..

Depois de uma semana muitíssimo difícil, ressurjo das cinzas com muita esperança e fé em Deus. Aliás a esperança não é tão complicado tê-la quando estamos vivendo momentos de tranqüilidade e alívio, hoje estou assim. Pois é, como relatei na última postagem, fui ao médico, claro, na esperança de ter meu estado melhorado, de fazer a quimio, e que ele me transmitisse a segurança que eu precisava, enfim, que fosse sanada não apenas a dor, mas no mínimo que esse procedimento da quimioterapia que eu começaria na quinta, dia 03/11/2011, fosse desenvolvido sem maiores agravantes. Mas bem, não foi bem assim... Cheguei no consultório confiante (embora passando muito mal, com dores, com a cirurgia hiper inchada, com febre– o que nos deixou muito preocupados- e tossindo muito, prá variar), o médico olhou o hemograma e me encaminhou para a quimioterapia, que foi concluída, sem maiores efeitos colaterais, a não ser o estado que já me encontrava. Mesmo dizendo a ele sobre a forte febre e o tremendo mal estar, não aviou uma receita sequer, nenhum analgésico que fosse. Não sabemos ainda o que acorreu conosco, pois ficamos inertes, sem reação, uma vez que o meu médico cirurgião plástico estava de férias e sequer deixou um outro médico encarregado de seus pacientes, uma vez que nesses casos nenhum outro receita, vê ou diagnostica sobre nada a respeito, pois a responsabilidade é enorme, e até que entendo. Mas o pouco caso, a frieza com que certos médicos denotam me é totalmente revoltante e intragável. Resultado: uma semana sem dormir direito, chorando de tanta dor, a mama operada toda vermelha-arroxeada, com um abscesso horrível de se ver, e pior ainda de sentir. Bom, mas ontem de manhã, retornamos mais uma vez ao médico e uma vez encontrado, meu esposo pôde falar e exigir o tratamento que eu mereço ter, não apenas eu, mas todas as pessoas que vivem, infelizmente, mendigando a atenção de quem pode lhes salvar a vida, abaixo de Deus, e que em sua ‘supremacia adquirida’ se esquecem muitas vezes que também são seres humanos, sujeitos à dores, sofrimentos, se auto extinguem da posição de seres frágeis e agem como seres acima do bem e do mal. Hoje não estou no meu melhor dia para elogear médicos, e não pensem que imagino que todos agem assim, com toda certeza existem aqueles ‘seres humanos de verdade’, que simplesmente amam sua profissão e a desempenham com amor e nobreza. Não quero aqui jogar pedras em ninguém, mas se isso ajuda a vocês me entenderem, não consegui em momento algum quando estava chorando de dor nas madrugadas e vendo filhos, esposo fazerem o mesmo, impotentes sem saber como agir, ou o que fazerem, melhor dizendo, quase sem poder nada fazer; de verdade, não consegui desvencilhar e não pensar que as pessoas designadas e as quais confiamos nossa vida, que poderiam ter aliviado ou amenizado esse sofrimento apenas nos entregando um papel ou uma informação, simplesmente não se importam como deveriam. Desculpem meu desabafo, mas está sendo muito difícil, até por isso apenas hoje abri aqui, e gostaria de agradecer imensamente de coração aos meus amados amigos que sempre me surpreendem e me emocionam, me ajudam a reconquistar minha saúde e a seguir todos os dias nessa luta. Muito Obrigada mesmo, de coração pela força e comentários, aos meus amigos JVianei, Solange, Regina Rozembaum, Izabel e Minha querida amiga, seu esposo Ricardo do blog Sol da manhã. Obrigada por vocês existirem e fazerem parte da minha vida! Ah! Estou bem melhor, medicada e tudo certo agora, graças a Deus, orando por todos nós com a certeza de que logo, logo isso será apens uma página virada em nossas vidas... Vamos lutar com muita fé...Bjus
Cris

7 comentários:

O SOL do amanhã... disse...

Cris, minha querida!!!
Posso imaginar a revolta que dá a frieza que muitos medicos nos tratam, a que cuida do Ricardo é a Brastemp em pessoa, mas como não é por ela, mas será através dela a CURA, optei não trocar de médico, porque quero ouvir da boca dela que o condenou a morte que ele está liberado pra viver nova vida. Desejo de coração que suas dores vão embora, que seus dias melhorem e que sempre que precisar estarei aqui pra te ouvir. Um bjo enorme pra vc! Tô de olho heim!!!!

Daya disse...

Oi linda então pelo que vejo vc esta começando o tratamento que com certeza será de Vitoria! Vc tem face para podermos manter contato...#forçanaboina

Cancer de Mama Mulher de Peito disse...

Em certos momentos do tratamento esbarramos com alguns Médicos, que mais se parecem com Monstros, tamanha a frieza.
O triste é que isso é tão comum, aconteceu comigo, contigo.
Questiono muito a tal humanização no tratamento oncológico.
Basta uma noite mal dormida por alguns profissionais, para a humanização ir para o saco.
Mas, em contra partida.
Nós temos o melhor.
Uma família por perto, amor, carinho, desvelo total.
E isso é o que importa.
Vamos orando para que na próxima consulta os ânimos desses anjinhos(capetinhas) de branco estejam melhores.
Afinal nós merecemos e muito.
Um grande beijo minha querida.
Wilma
www.cancerdemamamulherdepeito@blogspot.com

Izabel disse...

Cris, eu não gosto nada nada do jeito como alguns médicos tratam as pessoas. Acho que fazem isso por serem inseguros e não entenderem do principal que é o carinho que o médico tem de ter com o paciente.

Mas estou feliz por você ter a sua família do lado para te ajudar diante do que está passando.

Confesso que fiquei preocupada por não saber notícias suas desde a última postagem. Desejo que você consiga se livrar da dores.

E estamos juntas na batalha. Muita força para você.

Beijos!

Angel love disse...

Minhas amigas queridas, obrigada por se preocuparem, por solidarizar comigo este sentimento, que penso, não é só meu e nem apenas porque aconteceu comigo, mas pela falta de respeito e empatia humana, não é porque são médicos que são imunes à vida e aos acontecimentos.Já passei por três e mesmo pagando particular tem rendido muito descaso e falta de atenção humanitária, eu devia mesmo era tirar uma foto da minha mama e postar para vocês verem como está e que não estou exagerando. Imagina quem depende de SUS? Fico revoltada,indignada! Tenho médico hoje e penso que posso estar com uma bacteria, não sei ao certo o que isso implicará, estou com medo mas confiante em Deus e contando com as orações de vcs meus amados!Darei notícias...
Obrigada por existirem na minha vida...
Bjus
Cris

Cristina disse...

Realmente não é fácil, não são todos que são médicos de verdade. Imagino o quanto você sofreu. Saiba que estou na torcida e que logo isso irá passar. Que Deus a abençoe muito! Força amiga!

Manuela disse...

Oi Cris
Que coisa chata!
Um verdadeiro animal !
Não se faz isso com uma pessoa tão sensibilizada!

Pelo que vi vc já está melhor agora!

Lute, persista, logo isso td acaba!

E a careca?
Eu to com meu cabelo curtissimo. Fui cortar joaozinho e fiz bandalha. Resultado tá um merdelê só! Nem sei se tem outro jeito senão passar a máquina pra resolver! rsrsrs
Como eu disse quando cheguei em casa: Vai cair tudo mesmo!
rsrsrsrs
A gente tem que ser forte, não se apegar a essas bobagens.

BJs